Está aí a Genuína Polaca do Alasca

Ela é pequenininha, mas não se engane: é o peixe mais abundante nos mares do Alasca, constitui 60% do total da biomassa do Mar de Bering.

Isso porque nem estamos falando ainda de sua versatilidade na culinária em geral. Cada vez mais adorada por cozinheiros e chefs ao redor do mundo, a Polaca do Alasca vem honrando a sua boa fama. Já expermentou?




A Polaca do Alasca é a espécie mais abundante no Mar de Bering (Alasca, Pacífico Norte); contabiliza 60% da biomassa total e apresenta excelente custo-benefício. Sua carne é branca, com sabor suave e textura delicada.

A indústria pesqueira do Alasca disponibiliza a autêntica Polaca do Alasca em filés, congelados apenas uma vez, interfolhados, IQF ou em blocos, sem aditivos químicos.

O processamento da Polaca do Alasca é feita nas embarcações ainda em alto-mar ou imediatamente ao chegar nas plantas na costa do Alasca, o que garante o rápido congelamento e a qualidade do produto.


Outro fator que diferencia a autêntica Polaca do Alasca pescada e processada na última fronteira americana é o corte dos filés em formato J – este corte remove a parte da barriga do filé; esta parte atinge seu ponto de cozimento mais rápido que o restante do filé, comprometendo a qualidade do produto e de seu preparo.

A remoção da barriga resulta em um produto premium e pronto para o preparo de modo uniforme, recomendado tanto para o varejo quanto para restaurantes.

A remoção da barriga resulta em um produto premium e pronto para o preparo de modo uniforme, recomendado tanto para o varejo quanto para restaurantes.








Produto Premium;
Congelada uma única vez, na origem da pesca e do processamento / filetamento;
Corte em formato J;
Sem aditivos e tratamentos químicos;
Produto natural;
Perda de peso dentro dos padrões no descongelamento;
Textura firme e uniforme;
Cor branca perolada;
País de origem: Estados Uindos.


Congelada duas vezes: a primeira vez na origem (peixe H&G) e a segunda após o reprocessamento (filetamento) em um outro país;
Corte em formato V, incluindo partes menos nobres do pescado, como a barriga;
Pode conter certo nível de tripolifosfato de sódio, responsável pela retenção de água no produto;
Perda de peso acima do padrão no descongelamento;
Textura quebradiça;
Cor branca translúcida;
Geralmente oferecida a preços menores do que o produto premium;
Variados países de origem.




Selvagem, Natural e Sustentável


• Constituição do Estado (1959) proíbe a criação de peixes em cativeiro
• Os peixes vivem livres em seu habitat natural, longe de poluição, livres de aditivos químicos, corantes, rações, hormônios e antibióticos
• Menor teor de gordura, Ômega 3 natural, sabor suave
• Gerenciamento responsável dos recursos da indústria pesqueira para evitar a sobrepesca, danos ao meio ambiente e poluição
• Certificações FAO/ONU, RFM, MSC




Sustentável


• Pesca controlada pelo NMFS/NOAA (Governo Federal dos Estados Unidos)
• Cota estipulada para 2019: ~ 1,5 milhão de toneladas
• Sazonalidade: Safra A (Janeiro a Abril) e Safra B (Junho a Outubro)


Gerenciamento Responsável








Sazonalidade





Método de Pesca








O processamento da Polaca do Alasca é feita nas embarcações ainda em alto-mar ou imediatamente ao chegar nas plantas na costa do Alasca, o que garante o rápido congelamento e a qualidade do produto. A genuína Polaca do Alasca é exportada em filés em formato J, congelados apenas uma vez, sem aditivos químicos, em blocos de filés ou HG.




















Mito ou verdade?

Chegou a hora de você ver o comparativo na prática.
Assista e se surpreenda com o resultado.

assistao Vídeo


Exportadores

Envie uma mensagem

Enviado com sucesso!